Condomínio Simples

5 coisas que você precisa saber sobre o síndico profissional

O síndico profissional é o gestor contratado para gerenciar a administração de um condomínio. A sua contratação é decidida pelos moradores em Assembleia geral quando nenhum outro condômino se dispõe a ocupar o cargo ou quando se entende.  Mas vamos lá para as 05 coisas que você precisa saber sobre o síndico profissional.

1 – Síndico profissional e a lei

É importante que você saiba que a profissão de Síndico profissional é totalmente legalizada, pelo Novo Código Civil, de 2002.

Art. 1.347 (Lei Federal 10.406/02): “A Assembleia poderá escolher um síndico, não condômino, para administrar o condomínio, por prazo não superior a dois anos, o qual poderá renovar-se”.

Resumindo, é legal a contratação de um síndico profissional para a administração predial e condominial.

2 – O que faz um síndico profissional?

As  atribuições do síndico profissional são as mesmas que um síndico morador. Vamos listar as principais funções:

  • Administração do condomínio;
  • Organizar as reuniões de moradores e notificar a todos os moradores e proprietários de imóveis;
  • Gestão dos fundos financeiros de reserva;
  • Fiscalizar e cobrar possíveis situações de não pagamento da taxa de condomínio (inadimplência);
  • Organizar orçamentos e cronograma de obras e manutenções;
  • Coordenar a equipe de funcionários, por exemplo, a equipe de limpeza terceirizada ou interna;
  • Monitorar as demandas por segurança, com, por exemplo, a proposição da contratação de um sistema de portaria remota;
  • Organizar e acompanhar a preservação de áreas comuns, como salão de festas e piscinas;
  • Gerenciar desejos e necessidade de moradores (aqui entra a capacidade de mediar possíveis conflitos);
  • Ter noções de administração, gestão financeira e jurídica.

Realmente não é nada fácil as funções do síndico, por isso, é cada vez mais comum não encontrarmos síndicos voluntários dentro dos condomínios. E, quando essa pessoa se oferece para o cargo, nem sempre o exerce da maneira correta.

3 – Vantagens do Síndico Profissional

  • Tende a ter mais experiência no assunto que um síndico-morador;
  • Sua Imparcialidade em gerenciar conflitos e relacionamento com moradores é melhor;
  • Imparcialidade nas relações com prestadores de serviço;
  • Conhecimentos técnicos e experiência fazem ter mais facilidade na gestão;
  • Remuneração fixa – Independente da variação condominial, o valor continua o mesmo.

4 – Cuidados na contratação do síndico profissional

Síndico profissional virou a profissão do momento para resolver as diversas situações nos condomínios. Para se tornar um síndico profissional, além de aptidão no relacionamento interpessoal e habilidade em resolver às questões inerentes a vida condominial, o mercado tem exigido pessoas com experiência anterior na atividade, que tenham disponibilidade de comparecer no condomínio pelo menos duas vezes na semana em visitas de 4 horas.

Antes de contratar um síndico profissional é muito importante obter referência nos prédios em que ele presta ou prestou serviços, verificar se ele não tem problemas com a justiça, e por fim, formalizar a contratação através de um contrato de prestação de serviços estabelecendo os horários e visitas ao condomínio, ajustando as necessidades de cada condomínio ao exercício da atividade a ser realizada pelo contratado.

A contratação de um profissional sem o perfil para o exercício da atividade pode trazer grande problema ao condomínio. Um profissional mal intencionado pode fazer contratações almejando receber participação dos prestadores de serviços e o recebimento de cotas condominiais sem multa. O mal profissional busca ganhar os condôminos pela amizade, diferente do bom profissional que almeja a execução do seu trabalho conforme ajustado, observando o cumprimento do regimento interno e da convenção. Apesar de ser cordial, a sua prioridade é o cumprimento do contrato.

O grande erro que os condomínios comentem é contratar um síndico e abandoná-lo acreditando que terão seus problemas resolvidos, por terem contratado um profissional. Este profissional tem autonomia relativa, devendo trabalhar dentro do estabelecido pelo conselho e se reunindo com ele mensalmente para dar e ter feedback das suas funções.

 

 

5 – Quanto ganha um Síndico Profissional?

Por ultimo mas não menos importante, os custos de um síndico variam de profissional para profissional. Se você quer iniciar na carreira, saiba que não existe um piso salarial, então o valor cobrado pode mudar de acordo com algumas variáveis como:

  • Número de casas ou apartamentos dentro do condomínio;
  • Número de visitas ao local;
  • Quantidade de áreas comuns do espaço;
  • Número de funcionários;
  • Valor da taxa de condomínio.

Diante do que faz um síndico seu ganho pode variar R$1.500 mil a R$ 4 mil mensais, podendo chegar a valores maiores.

 

Se você gostou das nossas dicas continue acompanhando o blog e as redes sociais da CONDAC.

Lembrando que podemos te ajudar a ser um síndico profissional para saber lhe dar com todas essas questões do dia a dia do síndico.

A nova turma da formação de síndico profissional já tem data marcada e as inscrições já iniciou. Clique e saiba mais.

 

saber sobre síndico profissional
29/01/2020   publicado por: Condac Condomínios
Tags: #boagestãodecondomínio #contratarsíndicoprofissional #gestãodecondomínio #sindico #síndicoprofissional
Icone House

Nós conhecemos a vida em condomínio

Temos soluções ideais para o seu condomínio