Condomínio Simples

Como aumentar a participação nas assembleias?

aumentar a participação nas assembleias
24/10/2017   publicado por: Condac Condomínios

Um desafio para qualquer síndico ou conselheiro de condomínio é motivar os condôminos para aumentar a participação nas assembleias e reuniões ordinárias e extraordinárias e a tomarem decisões importantes para o condomínio. Estas decisões deveriam ser de interesse de todos, uma vez que referem-se diretamente aos gastos individuais e participações, gastos com o espaço, segurança, organização e outros aspectos.

As decisões, desta forma, ficam a cargo de apenas uma pequena parcela dos condôminos que participam dos encontros, que acabam tomando decisões muitas vezes conflitantes com os interesses daqueles que não comparecem. Em geral, quanto menor a participação dos condôminos, maior a incidência de reclamações e conflitos, o que é contraditório. Sempre tem alguém para reclamar das decisões que faz questão de não participar.

 

Melhorar a receptividade das assembleias

A maioria dos condôminos reclamam que as assembleias são entediantes e muitas vezes desnecessárias. De um lado, há condôminos que não participam mesmo quando vão às assembleias. De outro, há o conselho do condomínio e o síndico, que sempre faz os mesmos tipos de reuniões, sem motivar as pessoas.

Há muitas práticas para se fazer uma assembleia civilizada e motivadora, que contribua para que o quórum seja maior, que a participação nas reuniões seja mais efetiva aos propósitos do condomínio e que todos tenham a vez de falar e expor as suas ideias. Cabe às lideranças criar novas estratégias e planejar um formato assertivo de reunião em que todos tenham voz e vez.

A pauta da assembleia pode ter mais de um assunto. Talvez seja interessante estruturá-la pelos assuntos mais leves e corriqueiros aos assuntos mais sérios, finalizando com os lembretes gerais e pontuais. Desta forma, a reunião pode ser mais tranquila no início e ter um desfecho também mais assertivo.

 

Participação dos inquilinos por procuração

Sobre a participação de inquilinos nas assembleias, é sempre uma polêmica à parte. Muitos conseguem procurações junto aos proprietários para participarem de reuniões e decisões de condomínios, e esta é uma saída para os inquilinos interessados. É claro que é importante que os proprietários compareçam eles próprios às assembleias, uma vez que isso tem a ver também com o seu imóvel e com os seus interesses. Mas se isso não for possível, a representação do inquilino com procuração pode ser aceita, dependendo da convenção do condomínio.

É importante dizer que há convenções de condomínio que limitam o número de procurações outorgadas a um mesmo procurador, de modo a evitar que uma única pessoa, portadora de várias procurações, possa ter maior poder de decisão sobre as questões do condomínio. É uma atitude sensata.

 

Definição com mais tempo da data e comunicação da assembleia

Muitos condôminos reclamam que não são avisados com tempo útil para poderem se programar e não marcar outros compromissos nos dias de assembleia. A dica está em planejar melhor as datas das reuniões ou utilizar datas fixas. Assim, não haverá mais desculpas para que os condôminos não compareçam às assembleias. Escolher horários flexíveis também pode ser uma alternativa para motivar os moradores – período noturno, sábados pela manhã, etc.

 

Voto por escrito

O voto por escrito, para aqueles condôminos que estão com viagem marcada ou por algum motivo não estão presentes, pode ser uma ótima solução em decisões importantes. Nem sempre o condômino pode de fato participar da reunião por vários motivos, mas pode se inteirar previamente da ordem do dia e se posicionar por escrito encaminhando-o para o síndico. Este tipo de prática deve estar de acordo com a convenção do condomínio.

 

Questão de cidadania

Fazer parte do condomínio é praticar a cidadania e se envolver em assuntos de interesse da comunidade do prédio e até da localidade. As lideranças do condomínio podem fazer campanhas contínuas que envolvam o resgate de fatores como a cidadania e a participação coletiva nas decisões que interessam a todos. Muitas vezes o foco não deve ser apenas levar os condôminos para a reunião, mas motivá-los a participar das decisões e assumirem responsabilidades que de fato já possuem, mas nem sempre se dão conta.

Gostou do artigo? O que faria a diferença para motivar os condôminos a participarem mais das assembleias na sua opinião? Deixe um comentário!

Guia de Assembleias

Tags: #administraçãodecondominios #assembleias #grupocondac
Icone House

Nós conhecemos a vida em condomínio

Temos soluções ideais para o seu condomínio