Condomínio Simples

10 Dicas para um bom relacionamento entre síndico e condôminos

Um bom relacionamento entre síndico e condôminos é fundamental para levar uma vida condominial tranquila. Mas o que fazer para evitar atritos e conseguir chegar a uma harmonia?

Sabemos que viver em sociedade com opiniões diferentes é um desafio, principalmente quando essa sociedade é composta por moradores do mesmo condomínio.

Pensando nisso listamos 10 dicas para que a convivência entre o síndico e os condôminos seja agradável.

1. Preze pelo diálogo

Conversar é sempre a melhor saída para chegar a um consenso. Síndico e condôminos devem optar por uma boa comunicação para resolver as questões do dia a dia.  

2. Onde foi parar o síndico?   

O síndico deve ser transparente em suas comunicações e aberto a conversar com os condôminos. Estabelecer um canal de comunicação eficiente para que os problemas cheguem até a ele e assim seja um síndico presente. Lembrando que o síndico também tem seus momentos de descanso e lazer.

3. Conheça o regimento interno

Para evitar desentendimentos, todo morador deve conhecer as regras e o regulamento interno do condomínio. Saber os horário de mudança, normas de utilização dos espaços, regras sobre segurança e barulho,  são apenas alguns tópicos que todos os condôminos devem conhecer para que não aja atritos entre moradores. O síndico deve apresentar essas normas para cada novo morador, com essas medidas alguns problemas serão evitados e o síndico reduzirá as dores de cabeça com questões que já são estabelecidas expressamente.

4. A assembleia 

Estar por dentro das decisões e contribuir para um melhor ambiente é dever de todo condômino e não apenas do síndico. Então é importante que cada morador participe das assembleias demonstrando suas opiniões e sugestões para que o condomínio cresça e o síndico possa fazer seu trabalho alinhado com todos. O síndico para isso deve avisar a todos, com antecedência, o dia e horário das assembleias, assim os moradores já terão ciência que no dia especifico terão esse compromisso.

5. A culpa foi do vizinho  

Da mesma forma que o síndico deve ser transparente em suas comunicações os condôminos também possuem essa responsabilidade. Avisar a todos antes de começar as obras, isso inclui vizinhos, síndico e até os funcionários do condomínio. Assim, todos ficarão sabendo que haverá ruídos e o entra e sai de pessoas estranhas no prédio. O ideal é que as obras sejam feitas no horário comercial, quando a maioria dos moradores estão trabalhando. 

6. Tem um condômino que é festeiro

Assim como as obras as festas também deverão ser avisadas. Respeitar a lei de poluição sonora e o espaço do vizinho é imprescindível . Respeito e compreensão! O síndico deverá ser acionado para conversar com o morador para que esse tipo de situação seja resolvida da melhor forma e não vire um motivo de inimizade.

7. Usar corretamente os espaços comuns

Essa regra também se aplica a todos, inclusive às crianças, já que elas usam as áreas comuns para brincar. O síndico e os condôminos devem obedecer as regras de uso e o horários estabelecidos. Por se tratar de um espaço comum a todos o zelo pelo local é de responsabilidade geral.

8. Sr. Síndico, invadiram minha garagem 

Portas riscadas, carros invadindo a garagem do outro, etc. Quando se trata de garagem o conflito é certo. Novamente o respeito ao espaço do outro deve ser obedecido para uma boa convivência no condomínio.

9. Conheça os funcionários

Os colaboradores do prédio também fazem parte dessa sociedade condominial e devem ser tratados com o devido respeito. Não é raro encontrar condôminos que convivem há anos com os mesmos funcionários do prédio, mas não sabem sequer o nome deles. Estabeleça um vinculo pois essas pessoas também fazem parte do seu dia a dia e muitas vezes são eles quem estão disponíveis para oferecer uma ajuda e cuidar do seu patrimônio.

10. Seja tolerante

Você acha que se o seu vizinho é chato e faz de tudo para atrapalhar o seu dia a dia. Mas será que ele faz de propósito? Provavelmente não! As vezes situações que te incomodam podem ser apenas passageiras. É preciso avaliar antes de tomar qualquer atitude contra o seu vizinho ou síndico, você também estará do outro lado eventualmente. Conviver em sociedade é sempre complicado, especialmente porque são várias pessoas diferentes vivendo diariamente em um mesmo local. Por isso, conhecer as regras, ter respeito com os outros, priorizar o diálogo e ter paciência são passos essenciais para um bom relacionamento entre síndico e condôminos.

Essas foram algumas dicas da Equipe Condac. Que a convivência seja algo agradável no seu condomínio.

“Convivência é um exercício diário de auto conhecimento onde você descobre seu nível de tolerância,respeito e compreensão.” (Dircila Soares)

 

Até mais.

relacionamento entre síndico e condômino
22/05/2019   publicado por: Condac Condomínios
Tags: #conflitoentrevizinhos #conviveremcondomínio #regimentointerno
Icone House

Nós conhecemos a vida em condomínio

Temos soluções ideais para o seu condomínio