Condomínio Simples

Entenda qual é o papel de uma administradora de condomínio

04/04/2017   publicado por: Grupo Condac

Mesmo em um prédio com poucos moradores, ser síndico não é fácil. Além de mediar conflitos entre vizinhos, assegurar a manutenção do patrimônio coletivo e lidar com todo tipo de problema que possa aparecer, o síndico também é quem toma a frente nas inúmeras questões administrativas do condomínio. É muita coisa. E, para ajudar síndicos e moradores nesse trabalho, existe a administradora de condomínio.

Muita gente confunde o papel das administradoras de condomínios no prédio: o mais importante é saber que elas não substituem o síndico, mas, sabendo que ele certamente trabalha e tem outras atividades além do condomínio, a administradora assume as funções mais burocráticas e dá suporte para diversas questões administrativas que envolvem o condomínio.

Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue a leitura!

O trabalho da administradora de condomínio

A administradora de condomínio vai cuidar de toda a documentação e trabalho burocrático que devoram o que seria o tempo de lazer do síndico. Organizar o fluxo de caixa, o cálculo da folha de pagamento e o quadro de funcionários são algumas dessas tarefas, que passam a ser feitas por profissionais especializados nesse tipo de serviço.

Mas, ainda mais importante, é que ela também faz a cobrança de inadimplentes, um dos maiores problemas em condomínios. Deixar essa função nas mãos de terceiros não só reduz os atritos entre vizinhos como também profissionaliza a questão.

Assessoria em serviços e assembleias

Uma das principais funções do síndico é promover assembleias de condomínio. Para que essas reuniões sejam mais eficientes e assertivas, a administradora pode assessorar o síndico antes, durante e depois das assembleias, garantindo que elas vão funcionar bem.

Outros tipos de assessoria também são prestados, como a indicação de serviços e fornecedores para o condomínio, incluindo o trabalho de realizar diversos orçamentos.

Apoio jurídico e representação nos órgãos públicos

A administradora de condomínio é bem útil também para representar os moradores em órgãos públicos, que usualmente têm um horário restrito de funcionamento, podendo coincidir com a hora em que o síndico está no trabalho. Esse serviço é importante para evitar que o condomínio fique desamparado quando precisar ser representado no poder público.

Além disso, a administradora também possui uma equipe de advogados e fornece apoio jurídico ao condomínio — uma forma de deixar os moradores mais seguros em qualquer eventualidade que exija lidar com a justiça.

Controle de documentação

Não são poucas as declarações exigidas pela Receita Federal para condomínios. Relação Anual de Informações Sociais (Rais), Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte (Dirf) e Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) são algumas que todo síndico deve conhecer e confeccionar para ficar em dia com o poder público.

Ter uma administradora de olho nisso elimina não só noites de sono desperdiçadas tentando entender cada uma delas, como também evita que o síndico se esqueça de alguma.

Contratar uma administradora de condomínio é uma forma de eliminar a sobrecarga do síndico e garantir que ele faça o seu trabalho mais importante: representar os moradores e assegurar o bom funcionamento do condomínio. Não é uma empresa que substitui ou manda no síndico do prédio: pelo contrário, complementa e dá segurança para todo o interesse coletivo dos vizinhos.

Agora que você já sabe o que faz uma administradora de condomínio, que tal entrar em contato conosco e descobrir como podemos deixar o trabalho do síndico mais leve e eficiente?

guia de administração

Tags:
Icone House

Nós conhecemos a vida em condomínio

Temos soluções ideais para o seu condomínio