Condomínio Simples

Segurança no condomínio: o que fazer com crianças nas férias?

As férias já chegaram e a piscina, o playground e a brinquedoteca ajudam a divertir os pequenos. Contudo, é necessário ficar atento à segurança no condomínio para evitar que, em vez de curtirem o recesso escolar, o estudante e os familiares fiquem mais irritados e estressados.

O excesso de energia das crianças não é fácil de ser controlado. Se não houver regras claras e disciplina, os acidentes podem acontecer com frequência. Para evitar que isso aconteça, vamos listar 6 ações que vão tornar as férias no condomínio bem mais agradáveis. Confira:

1. Faça reuniões

Independentemente da idade, é essencial que as crianças sigam regras. Com o objetivo de evitar problemas, é preciso fazer reuniões para estabelecer normas de comportamento. Os encontros devem ser comunicados com antecedência e realizados quando a maioria dos pais puder comparecer.

Outra medida importante é informar o que foi definido na reunião para os ausentes. Dessa forma, todos os moradores estarão cientes sobre como agir.

2. Adote normas de segurança no condomínio

Durante as reuniões, é importante definir algumas regras que aumentem a segurança dos pequenos, como:

  • proibir a entrada de crianças menores de 10 anos no elevador e no playground desacompanhadas de um adulto;
  • não permitir que as crianças brinquem nas escadas e no estacionamento;
  • definir um horário em que os pequenos possam brincar nos locais permitidos; e
  • ter critérios para a entrada de visitantes nas áreas de lazer do condomínio.

3. Tenha uma atenção especial com a piscina

Sem dúvida, a piscina é um local de muita diversão para as crianças, mas também é de muito perigo. Se o filho ainda não sabe nadar, é necessário ter alguém do lado. Qualquer descuido pode provocar um acidente.

O ideal é sempre ter um adulto por perto. Caso uma criança pequena esteja sozinha, os funcionários devem ligar imediatamente para os pais ou responsáveis.

4. Priorize a conservação do ambiente

Um condomínio bem administrado proporciona mais segurança para os moradores. Por isso, é recomendado adotar as seguintes ações:

  • ter uma boa iluminação na escadaria e nas garagens;
  • evitar entulhos e outros materiais espalhados nas áreas comuns;
  • fazer vistorias nos brinquedos para identificar eventuais defeitos; e
  • fazer a manutenção periódica nos brinquedos e interditar os que não estão em bom estado.

5. Incentive as brincadeiras coletivas

A integração ajuda a melhorar o relacionamento entre as crianças no condomínio e deixa as férias ainda mais animadas.

Não deixe de investir nas brincadeiras coletivas, como gincanas, torneios esportivos (natação, futebol, vôlei e basquete), campeonatos de jogos de tabuleiros e diversas atividades lúdicas como soltar pipa e a leitura de histórias, entre outras.

Se o condomínio contar com recreadores durante as férias, a missão de entreter as crianças será bem mais fácil.

6. Escolha um minissíndico

Que tal eleger um minissíndico? A ideia é bem interessante, porque faz as crianças escolherem um representante. Assim, elas ficam mais envolvidas com as regras de conduta e podem até sugerir ações para tornarem as férias mais seguras e divertidas.

Garantir o bem-estar dos moradores exige muita atenção, diálogo e bom senso. Se você tem alguma sugestão ou experiência para melhorar a segurança no condomínio, deixe o seu comentário. Afinal, a troca de experiência sempre proporciona mais conhecimento!

Guia de Assembleias

crianças na férias
02/01/2018   publicado por: Grupo Condac
Tags:
Icone House

Nós conhecemos a vida em condomínio

Temos soluções ideais para o seu condomínio